O site "CAMINHOS E SONHOS" registra uma coletânea de conteúdos diversificados. O autor, "Rodolfo Antonio de Gaspari-Prof.Roangas" mostra dentro do espaço das letras muita sensibilidade poética de um grande sonhador.
Caminhos  E  Sonhos
Pincelamos as letras para que as palavras sejam transformadas na essência da sua criatividade...
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Áudios

EU NÃO ME PERMITO
Data: 02/04/2010
Créditos:
Texto:"EU NÃO ME PERMITO"
Autor:Rodolfo Antonio de Gaspari
Categoria:Cartas
Fonte:Diverso Universo de Crônicas
Voz:Prof.Roangas
Músicas de Fundo:Ternura Azul-Marcel Saboier
Solftware de Edição:Audacity
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


                  EU NÃO ME PERMITO
                    

               Somente por aqui, a coragem à baila para patentear conflitos, pesos, pesadelos, indecisões...
        Por poucos dias apenas, um encontro de análises e reflexões têm sido quase as técnicas dos procedimentos, até então, não tomados ao longo dos decorridos anos.

        Um antes, hoje um depois de descobertas avassaladoras vêm consumindo não negativamente, mas o surgimento de um medo terrível por ocorrências decisivas para o futuro. O presente, o encanto, a magnitude pela empatia sadia, construtiva, próspera.
        Muitas vezes nós não nos aproximamos pela distância, porém aconchegamos de formas inexplicáveis.
        Tudo isso para definir ou buscar explicações, justificativas sem os resultados obtidos para tantas indagações e “porquês”. Todavia a certeza desse apego às minhas expectativas invade como tomar rumos ou caminhos.
        Um sentimento volumoso brota sem antes “saber como se chegou a isso tudo”. Você chegou mansamente e se aportou em mim, de forma sutil, brandura elogiável, sorrisos nos lábios, trazendo alegria no meu coração. E, diálogos expositivos fizeram em poucas horas nossas descobertas, propostas, pontos em comum. Assusta-se pelo rápido andamento sem refletir carências na busca de carinhos e afetos. Quase “o aquilo” desejado; a musa ou anjo encantador em um dia de sonho deixou esperanças de um porvir a dois melhor. Muitas dádivas recebidas! Acredito estar sonhando alto quando o oposto dessa reciprocidade possa ser bem menor comparado, avaliado desse meu lado.
        Entretanto as palavras perdem o sentido para se chegar no almejo proposto. E, antes que perdesse um avanço do sentimento, conseqüências reais num pessoal, frente a frente... “quase covardemente”, interrompo contato, visto por todas as dificuldades embutidas como sucessivas barreiras. Sabemos não existir distância quando o coração através da alma aclama uma aproximação. No momento, sem nenhuma justificativa é o melhor caminho encontrado como uma solução. Somente o tempo para responder pela conciliação por dias melhores.
        Pela mesma pureza sincera do tudo passado nesses dias rápidos desperta em mim, essa satisfação, agora mesmo ela, negativa, mas a mim no momento, a melhor medida criada e tomada.
        Sei perfeitamente do seu apreço e respeitabilidade por “tão louco” posicionamento, mas sem medir “o seu lado” me encontro numa constante sintonia sobre você nessa rica e inesperada descoberta como honra e privilégio por esse encontro.
        A minha direção pela continuidade do caminho da solidão, no momento, ainda é o melhor estágio como opção.
        Explico, as palavras são registros, elas afincam continuas histórias e somos um todo nos grandes ocorridos sentimentais. Desnecessário enaltecer a pessoa gigante que lhe é peculiar junto de toda meiguice, atenção, disponibilidade que me ofertou. Sempre será eterno pelo presente do dia em que nos conhecemos. Continue assim... você merece ser feliz! A felicidade vai privilegiar por dias de luz nesse seu cotidiano. Uma exemplar e elogiada personalidade. Aprendi ainda existir seres bem intencionados correspondendo aos nossos anseios, vitórias e até derrotas do nosso íntimo e pessoal.
        Desculpe pelo enorme exagero como se ambos estivessem por longo período caminhando juntos. Pela magia da sua pureza, aprendi contigo muitas coisas em poucos dias. Tentarei seguir o meu caminho e jamais esquecer as preciosidades responsáveis da sua madura, atenciosa e intelectual pessoa. Desejo-lhe a luz regada pela paz merecedora no decurso de toda sua estrada definida pela sua vida.
        Auguro toda sua compreensibilidade nessa decisão. Jamais deixaria imune ou omitida toda essa ânsia e veracidade dos fatos que me conduziram a essa tomada definitiva de decisões. Revelo, foram horas conflitantes e reflexivas mesmo ciente ser cedo demais, mas aconteceu. Acredite. Preciso mencionar algo mais?  
        Não cultives tristezas e sim alegria para estarmos trabalhando com a transparência e sinceridade.
        Fraternos amigos não poderemos ser, pois cada pessoa gravita e pousa em nós de formas diversificadas. Eu, sobre ti  vejo com mais ênfase pelos olhos d’alma os impulsos do sentimento.
        Medo... medo!... se afinca em mim! A insegurança mesmo ela inconsciente dos fracos vai ao encontro por não querer enfrentar as pedras dos caminhos futuros.
        Afastado, distante, interrompido, o não iniciado, tentando esquecer... volto ao meu próprio prefácio da vida. O amor existe, ele no mais íntimo corresponde a um sopro do coração.
        LEVANTE O OLHAR... SIGA EM FRENTE... O CAMINHO É TODO SEU! Sobretudo perdoe-me!
         Por que?
         - EU NÃO ME PERMITO!
 
                
stock photo : road in middle of rural area to evening
                              Fonte:DIVERSO UNIVERSO DE CRÔNICAS -Cartas-
                                            Autor: Prof.ROANGAS -Rodolfo Antonio de Gaspari-
                                            (*)Imagens:   ÁRVORE-Google
                                            - Relógio das Flores- Autor:Prof.Roangas-
                                            Rodolfo Antonio de Gaspari

Enviado por roangas em 21/03/2010

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Seremos únicos em tudo que criamos... da criatividade vem a inspiração dos sonhos e até das próprias fantasias...



TEXTOS EM DESTAQUE:

Conto:

O Homem das Estrelas

Poesia:

Amizade

Crônica:

Quando se Perde a Energia

Mensagem:

Os Anjos

Carta:

O Belo Existente em Você

Poetrix:

Abraço