O site "CAMINHOS E SONHOS" registra uma coletânea de conteúdos diversificados. O autor, "Rodolfo Antonio de Gaspari-Prof.Roangas" mostra dentro do espaço das letras muita sensibilidade poética de um grande sonhador.
Caminhos  E  Sonhos
Pincelamos as letras para que as palavras sejam transformadas na essência da sua criatividade...
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Áudios

JOVEM SONHADOR
Data: 31/03/2010
Créditos:
Versos:"JOVEM SONHADOR"
Autor:Rodolfo Antonio de Gaspari
Categoria:Poesia
Fonte:VERSOS SEM RIMAS
Voz:Prof.Roangas
Música de fundo:Memory -Zamfir (Utopia)
Solfware de edição:Audacity
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


JOVEM  SONHADOR
 
Era brando, bondoso,
Responsável, honesto, grandioso,
Gostava de sorrir, até se divertir,
Atraia ricos, pobres, humildes e idosos,
Com empatia, uma exemplar figura.
 
Ainda jovem já tinha os seus sonhos,
Não tão altos, mas já sabia,
Que de um berço batalhador,
Traduzia luta e perseverança,
Pelo pouco do muito como um vencedor.
 
Tão depressa se atirou,
Num trabalho, de pouca renda,
Porém como um satisfeito avaliador,
Com o mínimo, já sentia,
Um grande e honrado jovem senhor.
 
Agora somente lhe faltava,
Sua musa encantadora,
Dos sonhos esperançosos,
De um homem responsável,
Preparado para o amor.
 
Rosinha já se encontrava,
No seu grande coração,
Saberia lhe ofertar carinho,
No afago entre dois amantes,
Desejosos por um enlace e união.
 
Contraíram matrimônio,
Com o pouco possuído e,
Como um ninho construído,
À espera dos filhotes,
Depositaram confiança e muito amor.
 
Completando toda felicidade,
Um fruto, como o resultado,
De um filho a caminho,
Rosinha se engravidou,
Reinando alegria, esperança e brandura.

Tudo muito bem cuidado,
Preparado com requinte,
Um futuro pai e mãe,
Aclamavam auxílio,
Do Divino Senhor.
 
Como prova ou destino,
Um oposto inesperado,
Surgiu um dilúvio arrasador,
Rosinha e o filho perderam a vida,
Ela, sem dar a luz, a quem surgia.
 
Hoje, no altar,
De um Todo Poderoso do Céu,
Repousam ambos os inocentes,
Ficando só no seu infeliz infinito,
Aquele jovem triste e sonhador.
 
 
 
POEMA
FONTE: VERSOS SEM RIMAS
Autor do poema e da ilustração-Foto-(INFINITAS PARTÍCULAS):
Prof. Roangas -Rodolfo Antonio de Gaspari-
 
 
 
 
 
 
Enviado por roangas em 20/11/2009

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Seremos únicos em tudo que criamos... da criatividade vem a inspiração dos sonhos e até das próprias fantasias...



TEXTOS EM DESTAQUE:

Conto:

O Homem das Estrelas

Poesia:

Amizade

Crônica:

Quando se Perde a Energia

Mensagem:

Os Anjos

Carta:

O Belo Existente em Você

Poetrix:

Abraço